Planeta Sonic - Blog Oficial

Planeta Sonic.com.br
Seguir Ir para o Site Oficial
Planeta Sonic
Planeta Sonic

É fã de Sonic? É fã do Planeta Sonic! Maior representante da América Latina sobre Sonic the Hedgehog agora faz parte do portal Epic Play Brasil com novo visual e implementado em nosso sistema. #EpicPlay

Jogos do Ouriço

Sonic Informa

Fã cria incrível versão “aprimorada” de Sonic 2 para Master System

Fã cria incrível versão “aprimorada” de Sonic 2 para Master System

Sonic the Hedgehog 2 para o Master System acaba de ganhar uma versão aprimorada, feita por MrCat. Lançada pelo site SHC2016, este hack remasterizado pega o jogo original de 1992 e dá a ele 3 fases totalmente novas, completas com novos layouts e cenários.

sonicremaster023

Só de olhar para as imagens, já é possível notar quanto trabalho foi dedicado a este hack, pois o nível de detalhes nos cenários e no personagem é um tanto maior que o do jogo original. Além das melhorias, o jogo contém 3 novas fases como Seaside Hill Zone, Cyan Speedway Zone e Dream Gate Zone, todas com seus novos layouts. Se você é fã dos jogos do Sonic nos consoles 8bit, não pode deixar de experimentar este hack.

Felizmente, a ROM foi disponibilizada gratuitamente e não requer nenhum trabalho adicional. É só baixar para jogar no emulador ou num Master System com o uso de um flashcart.

BAIXE O JOGO AQUI

Confira o vídeo com o gameplay abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=jNW2XJPje0M

Via Indie Retro News

Nova atualização de Sonic Dash inclui personagens de Hello Kitty

Nova atualização de Sonic Dash inclui personagens de Hello Kitty

É incrível como Sonic Dash continua ganhando novos conteúdos até hoje. O jogo foi lançado em março de 2013, e a desenvolvedora Hardlight Studio ainda está adicionando novos personagens para manter o interesse dos jogadores.

Na mais recente atualização, o jogo adiciona Hello Kitty, Chococat, Badzt Maru e My Melody como personagens desbloqueáveis, começando hoje e indo até o dia 1 de janeiro de 2017.

Parece que Sonic Dash 2: Sonic Boom não recebeu a mesma atualização, então se você é fã da Hello Kitty, é melhor começar a correr para conseguir destravar os personagens!

Fase de Sonic em Lego Dimensions tem vídeo divulgado

Fase de Sonic em Lego Dimensions tem vídeo divulgado

O produtor da Warner Bros Interactive Entertainment, Doug Heder, esteve no programa YouTube Gaming para revelar um pouco da jogabilidade do pacote Lego Dimensions: Sonic the Hedgehog, que contém uma recriação da Green Hill Zone no universo de Lego. O show foi apresentado por Geoff Keighley, que fez várias perguntas sobre o jogo, a maioria abordando temas para os quais já sabíamos as respostas.

Mesmo sabendo que esse programa é direcionado a um público mais mediano, é interessante ver o pacote ter uma exposição tão grande mostrando o que ele tem a oferecer. Quando perguntado sobre mais personagens do universo do ouriço, Doug Heder disse que “há muitos personagens desbloqueáveis” no jogo. Esses personagens incluem Knuckles, Tails, Shadow e Big the Cat. Obviamente isso não é o mesmo que eles terem as suas próprias aparições e histórias, mas quem sabe no futuro?

O produtor ainda ressaltou que eles puseram muito amor e esforço nesse pacote, para recriar a magia do fase original de Sonic the Hedgehog, de forma que os fãs pudessem gostar. É inegável, pelo que vimos, que eles fizeram um excelente trabalho. O pacote de nível Sonic the Hedgehog para Lego Dimensions será lançado amanhã, dia 18 de novembro de 2016, por US$29,99.

E você, animado para relembrar toda a glória da Green Hill em Lego Dimensons? Confira o vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=ZvEtlnjc3uY

Archie Comics anuncia Sonic Mega Drive – Overdrive para Março de 2017

Archie Comics anuncia Sonic Mega Drive – Overdrive para Março de 2017

A série de quadrinhos da Archie, Sonic Mega Drive, foi um grande sucesso. Tanto que a primeira edição dela, escrita por Ian Flynn, com a arte feita por Tyson Hesse, Matt Herms e Jack Morelli se esgotaram. A sua sequência, Sonic Mega Drive – The Next Level, saiu no dia 2 de Novembro e continua a história, mesmo ainda sendo a “Edição 1”. Agora a Archie revelou a terceira parte da série Mega Drive, chamada de Sonic Mega Drive – Overdrive, que será lançada em março de 2017.

O editor Vincent Lovallo comentou sobre a terceira parte em uma entrevista exclusiva com a Blastr:

“Overdrive se inicia no exato ponto onde acabou a The Next Level, com Sonic e seus amigos procurando as místicas Esmeraldas do Caos. O poder delas é a única esperança para parar o Dr. Eggman e o poder destrutivo da arma Mega Drive. Contando com 30 páginas de história, o capítulo final da série Mega Drive chega às lojas em março de 2017. Você não vai querer perder esse final épico da história que celebra os 25 anos da série Sonic!”

Sonic Mega Drive – Overdrive também vai ter a história escrita por Flynn, com arte feita por Hesse, Herms e Morelli. Flynn confirmou que a série Mega Drive se passa dentro do universo da Archie, e o próximo arco da série também contará com a era clássica. Confira a capa abaixo:

Sonic_Mega_Drive-Overdrive-750x1157

SEGA fará stream de jogos do Sonic para a caridade da Extra Life

SEGA fará stream de jogos do Sonic para a caridade da Extra Life

A SEGA anunciou recentemente em um stream que eles irão ajudar a caridade da Extra Life com uma maratona de 24 horas de jogos do Sonic. Começando às 13h (horário de Brasília) em 5 de novembro, Aaron e Sergio estarão jogando diferentes jogos do Sonic no canal oficial do Sonic no Twitch, com o objetivo de atingir US$10 mil (originalmente US$5 mil) em caridade, chamando a si mesmos apropriadamente de Team Sonic. Eles afirmam que os jogos exibidos serão bons jogos do Sonic, jogos “não tão bons” e “tudo no meio”, embora nada específico tenha sido anunciado. Também pode haver algumas brincadeiras para ajudar a encorajar as doações.

A Extra Life é uma caridade que acontece desde 2008, usando eventos de maratonas de 24 horas de jogos para ajudar os hospitais da rede Children’s Miracle. Desde seu começo, ela já conseguiu arrecadar mais de 22 milhões de dólares em doações. Se você quiser ajudar a causa, pode fazê-lo imediatamente se juntando ao Team Sonic. Tomara que eles alcancem esse objetivo!

Via Sonic Twitch

BOMBA: Diretor de Deadpool está produzindo o filme de Sonic

BOMBA: Diretor de Deadpool está produzindo o filme de Sonic

(Imagem destacada por: Bluestreak515)

Depois de deixar a franquia Deadpool por diferenças com o ator-protagonista Ryan Reynolds, parece que o Tim Miller está interessado em fazer algo mais amigável para faixas etárias de todas as idades. Recentemente, a Hollywood Reporter anunciou que o Miller estaria assumindo o cargo de produtor do filme de 2018 da Sony híbrido entre animação e live action estrelando o ouriço azul, Sonic the Hedgehog.

Miller e seu parceiro de longa data do Blur Studio Jeff Howler foram assinados a esse projeto, que será o primeiro filme dirigido pelo Howler.

“Jeff é um incrível diretor com instintos fortes para história. O mundo de Sonic apresenta uma oportunidade perfeita para ele ampliar sua experiência em animação, trazendo uma nova dimensão e profundidade a esse icônico personagem.” Miller sobre o envolvimento de Howler.

Em adição, dois escritores também foram assinados para escrever o roteiro: Patrick Casey e Josh Miller estão atualmente no processo de adaptação da história do universo de Sonic para as telonas dos cinemas.

Sonic: O filme em andamento

O filme do borrão azul foi confirmado publicamente lá em 2014 e será uma combinação de live-action e CGI, que nem o remake sucesso de bilheteria de Mogli, O Menino Lobo. Esse estilo de se produzir filmes estava no ramo faz um tempo, mas com o sucesso crescente com os filmes da Disney e outros, o gênero está ganhando mais atenção, com filmes como O Rei Leão e Pinóquio atualmente em produção.

A Sony Pictures e a Marza Animation Planet da SEGA, uma produtora de desenhos animados em CG, que fez diversas cenas icônicas de Sonic, como a abertura no jogo Unleashed, serão as produtoras responsáveis pelo filme. O Filme do Sonic está agendado atualmente para ir aos cinemas em 2018.

SAGE ’16 – Parte 2 – Download dos jogos Sonic Utopia, ‘Souls’, ‘World’ e Green Hill Paradise 2

SAGE ’16 – Parte 2 – Download dos jogos Sonic Utopia, ‘Souls’, ‘World’ e Green Hill Paradise 2

Continuando, neste artigo, os destaques da SAGE 2016 (evento internacional de fã games de Sonic) com mais alguns jogos em 3D do ouriço. Se você perdeu a primeira parte da análise dos jogos, clique aqui.

Parte 1 e 3 no rodapé.

Green Hill Paradise 2

Baixar demonstração (397.6mb).

Um jogo que tinha tudo para conseguir os holofotes, até que o Sonic Utopia apareceu. Infelizmente comparações foram inevitáveis. Não de minha parte.

A Green Hill Paradise Act 2 é uma fase muito bem feita, construída na engine UDK + Sonic GDK por SuperSonic68, que claramente precisou de programação adicional na Sonic GDK para diversos recursos. Apesar de o controle ainda não ter ficado ‘perfeito’, ele está muito bom e, depois de pegar o jeito, o jogo realmente é extremamente divertido. Dito isso, é importante ressaltar que o estágio possui uma curva de aprendizado. Ainda assim, o foco em como a fase é jogada e em como se desenvolve mostrou-se muito grande e é um ponto forte a favor do jogo – confira no rodapé o embate e não se esqueça de deixar nos comentários sua opinião entre Green Hill Paradise VS Sonic Utopia, nos falando qual destes você gostou mais.

Gráficos – apesar de ser feito na UDK, o título conseguiu ter uma identidade própria. Ressalte-se, porém, que isso não é muito difícil. Após um conhecimento intermediário de como os materiais e iluminação se comportam, o designer consegue quebrar o visual padrão e fazer algo melhor, com uma certa facilidade.

Gameplay e level design – este jogo faz com que esses elementos sejam tão unidos que fica difícil saber se o level design de certas partes foi criado especificamente para melhorar o gameplay ou para ressaltar o visual/utilidade do game. É um jogo que está preocupado na experiência em todos os aspectos, mesmo os da jogabilidade, como é visto nos trailers explanativos no canal do desenvolvedor.

PRÓS:

  • Jogabilidade, aplicação da ideia e gráficos caprichados.

CONTRAS:

  • Controle poderia ser um pouco mais fácil de manobrar.

Sonic Souls

Download do jogo completo (3.04gb).

Sonic Souls é o último jogo desenvolvido na UDK + Sonic GDK do qual eu vou falar. Logo, podemos esperar pelo menos controles bem feitos. Vou ter um tom um pouco mais divertido nesse review.

Este jogo é interessante. Para começar, foi construído por uma só pessoa, o Doky, que não sabia nada sobre desenvolvimento de jogos, mas viu a plataforma à disposição e colocou a mão na massa. É possível ver uma grande influência do Sonic World ali (isso se Sonic Souls não for mais longe e também não quiser ser a maior concorrência deste, o que é bom, pois assim os projetos rivalizam e melhoram cada vez mais). Uma aspecto louvável, desde já, é a iniciativa de fazer alterações técnicas, mesmo com as limitações da engine: o dev realmente conseguiu alguns feitos bem interessantes, já em outros aspectos, como a aplicação destes feitos, nem tanto… esse jogo é uma total bagunça, sem pé nem cabeça. O senso crítico mandou lembranças.

Gráficos – Só elementos retirados do conteúdo padrão da engine e da internet, ou seja, copiar/colar, copiar/colar, copiar/colar e depois selecione todo o texto colado e copiar/colar, copiar/colar, copiar/colar. São objetos e efeitos que você poderá ver em diversos outros jogos feitos com a engine UDK.

Gameplay – Cansado dos seus fã-games convencionais? Cansado de abrir jogos gratuitos que, mesmo sendo diferentes, parecem exatamente a mesma frescura classicista 2D? Cansado de ver fãs falando de sistemas de gameplay que todo mundo conhece de cor? Pois seus problemas acabaram! No Sonic Souls você conta com o controle Sonic GDK, um mundo para explorar, dois a quatro jogadores, cinco corridas, sete chefes, trinta e cinco (você não leu errado, trinta e cinco!) personagens jogáveis (achava que Sonic Adventure tinha muitos, né? Pois azar o seu, você errou…), trinta fases ‘extras’, super transformações (incluindo Super Big, Super Marine, Super Amy) e cento e oitenta anéis vermelhos para você poder liberar as hyper formas. Tudo isso sem pagar nada e sem aparecer um mísero comercial da Polishop. Jogue fora sua coleção de jogos do Sonic (não, não faça isso, mande pra mim), delete aquelas pastinhas cheias de fangames, rom hacks, mods e jogos de PC, pois Sonic Souls tem tudo isso e muito mais!

Sério, esse jogo tem coisa demais. Sabe… mais qualidade, menos quantidade, pois bem. Menos é mais, pessoal, nem vou comentar nada.

Level Design – que isso?

Esse jogo tem breves momentos de lucidez no level design, no mais, é um vale tudo e salve-se quem puder, cada um por si.

PRÓS:

  • Inovação, mesmo que mal aplicada;
  • Conteúdo, mesmo que mal utilizado;
  • Grande vontade do criador de fazer algo legal e força de vontade por ter levado essa ideia tão longe.

CONTRAS:

  • Prefiro omitir a minha opinião, nessa.

Sonic World

Download do jogo completo (799.21mb).

Jogos feitos na BlitzSonic já são do meu conhecimento há muito tempo, porém nunca tive interesse por eles, pois, por diversas razões, não me adaptava com o funcionamento da engine. Dito isso, Sonic World é um jogo baseado na Blitz que conseguiu muita popularidade, em boa parte porque atingiu aquela massa jovem vidrada em jogos sandbox, como Minecraft, e que tinha o sonho de criar suas próprias fases ou até mesmo jogos. Pode não ser a melhor e mais amigável ou tecnológica plataforma para fã-games das que existem por aí, porém tem recursos o bastante para garantir uma grande massa de usuários e jogadores criar jogos e mods, se tornando a mais popular entre essa faixa etária/público-alvo.

Sonic World é o jogo que mais se popularizou dentre todo o conteúdo criado na BlitzSonic. Seja por sua quantidade assustadora de conteúdo ou por ser uma plataforma popular. O jogo tenta imitar os jogos da série adventure, conseguindo fazer isso com algum sucesso, até sendo levemente melhor em alguns aspectos, o que foi uma surpresa, pois a BlitzSonic sempre teve fama de ser descontrolada, ter o freio”sabonete” e possuir gráficos fraquinhos.

Gráficos – não esperava boa coisa neste quesito, mas, apesar disso, admito que algumas fases ficaram bonitas, como as duas primeiras do Heroes, outras não tinham iluminação ou possuía texturas distorcidas/ borradas. Erros de principiante em 3D. Porém, as duas fases que mencionei ficaram bem feitas e provam que é possível se fazer fases boas na plataforma.

Gameplay – foi outra coisa que me surpreendeu. Eu já não esperava um personagem “sabonete”, pois já havia visto vídeos com esse problema resolvido. O que percebi é que o controle é meio afrouxado para certos movimentos, o que acaba ajudando a deixar o personagem fácil de se controlar. Há ações inéditas, como usar um Jump Dash após cair ou passar numa Dash Ramp, o que é impossível num título oficial. Mas o modo Match Dash, especialmente numa fase chamada Worst Cave, foi horrível.

Level design – ele teve seus momentos brilhantes e seus momentos de esquizofrenia. A Crisis City, apesar de sua falta de iluminação adequada, ficou bem frenética e se não fosse por alguns Egg Pawns com lança e colisão esquisita, eu teria terminado a fase com um monte de anéis. City Escape, porém, já foi uma completa piada, pois a fase não fazia sentido algum: um monte de inimigos de dificuldade diferentes abarrotados num mesmo espaço.

Trilha sonora – começa com a música tema do Capitão Falcon do FZero GX, jogo que tenho até hoje, e isso rendeu uma boa risada. De resto não tenho nada a falar das músicas. São músicas de outros jogos, então realmente, não é possível emitir uma opinião, pois não há originalidade.

PRÓS:

  • O jogo melhorou bastante desde que começaram o projeto;
  • O título é bom para passar o tempo, divertido em diversos momentos;
  • Muito conteúdo.

CONTRAS:

  • Gráficos de várias fases precisam ser melhorados;
  •  Algumas fases com level design horrendo poderiam ser deletadas e recomeçadas do zero.

Sonic Utopia

Baixar demonstração (85.20mb).

Esse aqui deu trabalho porque precisei de muito tempo jogando-o, pois queria verificar se as críticas que li em fóruns tinham algum fundamento.

Sei que muitas pessoas estão muito maravilhadas com o jogo, pois ele mostra um conceito aberto abordado corretamente, mas, esse mesmo conceito é o alvo das críticas. Eu tenho alguns pontos a comentar sobre algumas escolhas feitas neste projeto, com as quais não concordo pessoalmente, mas que, de forma alguma, não significam uma crítica negativa. Foram escolhas pessoais dos desenvolvedores que acredito terem sido influenciadas por suas experiências de vida e pela época e ambiente em que o Sonic foi apresentado a eles.

Gráficos – Os gráficos ficaram bons, sem muitos detalhes gritantes, principalmente nos objetos de fundo, onde foram escolhidas cores sólidas ao invés de texturas. De início, foi um impacto ver aqueles tons de verde se movendo rápido pela tela, mas o olho se acostuma rápido. O estilo pode não ser uma boa para quem não gosta de gráficos muito coloridos, como foi a reação do meu irmão, quando lhe mostrei o jogo. O único ponto negativo que vejo nesse quesito é uma infantilização no visual. Parece um jogo cartoon demais.

Level Design – esse quesito está exatamente de acordo com a proposta dos desenvolvedores, visto a forma como eles enxergam os clássicos: Cartoon americano. É comum ver norte-americanos tentarem encaixar o Sonic no estilo de desenho com o qual eles estiveram acostumados durante sua infância. Eu, particularmente, não posso concordar com essa estética, pois prefiro algo que lembre mais o OVA: menos infantilizado. Apesar de o jogo ter contado com muitos elementos do Sonic CD e do Sonic OVA, eles foram trabalhados para uma variação cartoon, que não acredito ser a melhor reimaginação possível, na ideia que o jogo propôs, mas isso é um ponto pessoal.

Gameplay – esse ponto não é possível criticar. Vê-se a boa implementação da física clássica que se não está 1:1, ou seja, uma reprodução fiel, está algo extremamente próximo. Joguei com um controle de Playstation 2 e não tive problemas em nenhum momento. Apesar disso, gostaria de uma câmera manual, pois às vezes olhar para cima teria ajudado. Destaque-se também o fato de o personagem ter um limitador de rotação, quer dizer que você não pode simplesmente fazer uma curva acentuada com ele. Isso não existia, obviamente, nos clássicos, por serem 2D, mas levando em conta como o freio funcionava naqueles jogos, parece ser uma mecânica que combinou.

Trilha sonora – As músicas receberam o mesmo tratamento da arte, infantilizado e meloso, agravadas pelos apitos dos animais ao serem libertados. Havia alguns momentos do jogo em que desejei mutar o som, por serem sons melosos e adocicados que não tem nada a ver com o Sonic 1 ou o CD, como notas propositalmente trocadas e outros truques. Alguns instrumentos escolhidos, porém, combinaram, apesar de também aumentarem ainda mais essa sonoridade irritante. Essa escolha estética na música foi um exagero e é a maior das críticas que tenho a fazer ao jogo. Como dito, é um aspecto mais pessoal, mas creio, porém, que muitos estranharão no jogo e concordarão com a minha visão.

Um pensamento que me vem à cabeça, com uma fase em que passei 30 minutos jogando, é que a música tem que ter alguma agitação, algo que te impulsione a correr, pois se a fase não tivesse tanto conteúdo (apesar de pouco variado: sendo basicamente os anéis, itens e inimigos), rapidamente se tornaria cansativa para o jogador. Uma característica que acabou com a agitação da música original foi a ausência de uma bateria ou outro instrumento de percussão em alguns momentos, além da maior evidência que poderia ter em outros. A música, infelizmente, não ajudou na experiência, pelo contrário. Se eu ouvisse ela sem o jogo, provavelmente ficaria com sono.

Apesar desses problemas, sei que todo mundo, assim como eu, gostou do jogo e fico feliz de que a minha maior crítica não tenha relação direta com o gameplay.

PRÓS:

  • Controle sólido;
  • Física clássica aplicada corretamente;
  • Excelente aplicação do conceito aberto num Sonic, especialmente clássico;
  • Jogo coerente, no geral.

CONTRAS:

  • Gráficos infantilizados;
  • Música e efeitos sonoros irritantes, infantilizados e melosos.

Na próxima parte do artigo, passaremos a abordar os jogos com gráficos 2D, não perca!

EMBATE: Qual você preferiu? Deixe sua opinião nos comentários!

Revisado por Paulo Henrique.

SEGA: “Nós temos planos de introduzir um novo personagem em Project Sonic 2017”

SEGA: “Nós temos planos de introduzir um novo personagem em Project Sonic 2017”

Devido ao lançamento de Sonic Boom: Fire & Ice, uma livestream aconteceu no Japão, há poucas horas, com a participação de grandes personalidades do mundo Sônico, como Takashi Iizuka, atendendo e respondendo perguntas.

As novidades já estão aparecendo na internet e ficamos sabendo que o próximo jogo do Sonic, que será desenvolvido pela Sonic Team, o Project Sonic 2017, foi mencionado no evento. Graças à tradução da Source Gaming, foi possível termos acesso a um anúncio interessante sobre o game: há chances de Project Sonic 2017 introduzir um novo personagem!

“Nós temos planos de introduzir um personagem completamente inédito em Project 2017.”

E então, que tipo de personagem você acha que será? Que animal ele poderia ser? Deixe seu palpite nos comentários.

Jogos Online

Entrar

Senha Perdida