Jogador Pensante

DOOM (2016) Análise

Abandon all hope who enter here For this is where all things are left behind Every doubt and every cowardice must die Souls of rage and anger whipping in despair (Trecho de Dante’s Inferno, música da banda norteamericana Iced Earth) DOOM! Aquele jogo que até o seu tio conhece. Um dos avôs dos jogos de tiro (e também das polêmicas envolvendo violência e videogames). Junto com Wolfenstein (tam...[+]

Deus Ex: Mankind Divided Análise

What bitter vampire made you this Gave you life with its badly kiss Ground you limbs to bloody stew Made a new machine of you Turn the nightmare into day Suck your breath, take your life away Beating harder trough your veins Someone else’s cold remains – Machine Men, música de Bruce Dickinson, do album The Chemical Wedding. Deus Ex, uma das franquias mais influentes de todos os tempos,...[+]

Assassin’s Creed Syndicate Análise

How many ways to get what you want I use the best I use the rest I use the enemy I use anarchy ‘cos I I wanna be anarchy! The only way to be – Trecho da música Anarchy in the UK, da banda Sex Pistols “Mais um Assassin’s Creed?”. Nem termina o ano, as pessoas mal terminaram Assassin’s Creed Unity, de 2014, e a Ubisoft já havia anunciado o próximo: Assassin’s Creed Syndicate. E então, a ...[+]

Deus Ex: Human Revolution Análise

Com grande responsabilidade, e sendo esperado pelos fãs desde o lançamento do último Deus Ex (2003), foi finalmente lançado o terceiro jogo da série. Além dos trailers mostrando sua jogabilidade antiga sendo renovada, já era de se esperar que tivesse uma trama tão épica quanto a do primeiro jogo, Deus Ex (2000). Será que Human Revolution consegue superar as altas expectativas desta série tão influ...[+]

Assassin’s Creed Unity Análise

Liberty, equality, fraternity, or death; – the last, much the easiest to bestow, O Guillotine! – Charles Dickens in A Tale of Two Cities Como já é tradição, todo fim de ano temos um novo Assassin’s Creed. Acredita que, com Unity, temos sete Assassin’s Creed exclusivos de consoles de mesa (com o oitavo já lançado também esse ano, para Playstation 3 e Xbox 360: Assassin’s Creed Rogue)? S...[+]

Assassin’s Creed IV: Black Flag Análise

Face in the wind, we’re riding the storm We’ll stay our course whatever will come Wandering souls in the sea of the damned Death or glory, oh, oh, we’re riding the storm – Trecho da música Death or Glory, da banda Running Wild. Assassin’s Creed IV Black Flag é o sexto jogo da série para consoles de mesa e PC (sem contar Liberation, que chega em breve na sua versão de alta d...[+]

Assassin’s Creed III Análise

It is far better to be alone, than to be in bad company. – George Washington E finalmente chega a aventura final de Assassin’s Creed. Pode ser estranho para quem não é ligado na série, mas Assassin’s Creed III é na verdade o quinto jogo da série principal da franquia! Isso porque Ezio (o protagonista do segundo jogo) pegou dois jogos a mais: Brotherhood e Revelations. Mas então a Ubisoft dec...[+]

Assassin’s Creed Revelations Análise

Liberty can be messy, Ahmet. But it is priceless. Assassin’s Creed Revelations é a última parte da trilogia de Ezio Auditore da Firenze, o mestre assassino que estamos acostumados a controlar desde 2009. Será que a Ubisoft, produtora do jogo, fez certo em manter o mesmo período histórico e mesmo personagem durante três jogos em uma série que, de início, todos os jogadores pensaram ser sempre com u...[+]

Assassin’s Creed Brotherhood Análise

Tendo o príncipe necessidade de saber usar bem a natureza do animal, deve escolher a raposa e o leão, pois o leão não sabe se defender das armadilhas e a raposa não sabe se defender da força bruta dos lobos. Portanto é preciso ser raposa, para conhecer as armadilhas e leão, para aterrorizar os lobos. – Maquiavel Depois do enorme sucesso de Assassin’s Creed II, o que inclui a disputa de...[+]

Assassin’s Creed II Análise

The truth is written in blood! Depois de entender um pouco sobre o funcionamento do Animus no primeiro Assassin’s Creed e conhecer a vida do antepassado Altair na época das cruzadas, no segundo jogo da série o enredo avança vários anos e nos apresenta Ezio, outro antepassado de Desmond Miles, o protagonista que menos aparece de todos os tempos. A Itália moderna A história se passa na Itália ...[+]

The Legend of Zelda: Majora’s Mask 3D Análise

Your true face… What kind of… face is it? I wonder… The face under the mask… Is that… your true face? Tenho diante de mim um dilema: vontade de escrever sobre um jogo tão diferente (e ao mesmo tempo tão parecido) da série The Legend of Zelda e que, ainda por cima, é um remake de um jogo que eu não jogo há anos e anos no console original. Bom, ao menos não tenho um lim...[+]

Bloodborne Análise

Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara. – José Saramago  Bloodborne, anteriormente conhecido como Project Beast, vem criando expectativas bem antes de seu lançamento, que ocorreu em 25 de março de 2015. Não era para menos: a geração, carente de jogos exclusivos que não sejam remasters ou títulos lançados também para a geração anterior, estava à espera de um grande jogo, além disso a From, ...[+]

  • 1
  • 2

Esqueci a Senha