Watch Dogs

Games PC PS3 PS4 Wii U Xbox 360 Xbox One
Seguir
7.9

Opiniões

Qual Watch Dogs é melhor: O primeiro ou o segundo?

Qual Watch Dogs é melhor: O primeiro ou o segundo?

Uma das séries de grande repercussão nos últimos anos, Watch Dogs, tem ganhado o respeito e gerado polêmica no mercado e entre os jogadores desde o lançamento de seu primeiro título, em 2014. Após o sucesso comercial do primeiro, o segundo, formado por um protagonista diferente, chegou às lojas no ano passado e também recebeu boas críticas. Mas, afinal, qual dos dois é o melhor? Há grandes diferenças? Posso comprar o segundo invés do primeiro? Vamos deixar aqui um resumo rápido para te ajudar.

Uma vantagem ao analisar os dois jogos de Watch Dogs é que ambos foram lançados para os consoles de última geração — PlayStation 4 e Xbox One. Dessa maneira, os games se tornam tecnicamente mais simples de serem comparados, apesar da última versão ter saído dois anos após o primeiro.

Os dois jogos trazem essências básicas dos games de mundo aberto e são muito parecidos de modo geral, ou seja, ao contrário da série GTA em que cada jogo se distingue muito do outro, Watch Dogs está mais para Assassin’s Creed, onde os games seguem um padrão e sem tanta diferença na essência e nos detalhes principais — além da mudança de história, claro.

Entre ambos, são vários carros para escolher e correr, uma grande cidade para explorar (Chicago no primeiro e região do Vale do Silício no segundo), missões principais e alternativas e outros detalhes menores que não podem faltar nesse tipo de jogo.

Video Thumbnail

A arte de hackear foi otimizada no segundo jogo, como era de se esperar. Há muito mais quebra-cabeças interessantes, forçando o jogador a pensar em soluções mais diversificadas e com cenários poucos repetitivos — algo que não tinha no antecessor. No primeiro game da série, haviam muitos puzzles de hackear que seguiam simplesmente o mesmo padrão, o que tornavam algumas missões bastante parecidas com outras. Outras coisas otimizadas levemente foram as movimentações e direção do volante, como pode-se ver no vídeo acima.

Se o Watch Dogs 2 leva vantagem na otimização do objetivo principal do game que é a jogabilidade e sua variedade, a história também é um plus. No mais novo, a trama é bem mais detalhada e emocionante — além de ter filminhos muito bem produzidos que engajam ainda mais o jogador quando não está em momentos de ação.

No entanto, algo que poderia ter continuado no Watch Dogs 2 eram os minigames, que infelizmente não tiveram sequência. No primeiro game, o protagonista Aiden Pearce tinha uma série de jogos que saíam das missões alternativas e principais. Isso incluía saltar entre prédios para coletar moedas, corridas de carro, xadrez, realidade aumentada e outros.

Outra vantagem relacionada aos extras que não se carregou para o segundo game da série é o famoso poker. No primeiro Watch Dogs, era possível passar horas jogando esse esporte, o que era algo muito positivo no jogo, pois se trata de algo muito estratégico que ajudava a sair um pouco “daquele” clichê de algumas missões.

A falta de opções extras faz com que o Watch Dogs 2 siga o mesmo roteiro de missões principais e alternativas a maior parte do tempo, tornando-o algo mais centrado e direto ao ponto. É verdade que no game a região do Vale do Silício é muito grande e precisa de tempo considerável para explorar todo cenário, mas o jogo seria ainda mais interessante se tivessem tais minigames do primeiro.

Video Thumbnail

O modo combate não mudou muito, embora o Watch Dogs 2 tenha algumas melhorias em relação ao primeiro. A principal é o uso de alguns robôs que são vitais em missões em que você não pode ser visto, por exemplo.

Os gráficos também são muito parecidos, quando se compara os games para PlayStation 4 e Xbox One, o que gera praticamente um empate técnico nesse quesito, como pode ser visto no primeiro vídeo. A maior diferença fica em uma leve maior movimentação de pessoas no segundo jogo.

De acordo com os especialistas, em termos de prós e contras os dois jogos não fogem muito do alto padrão. Para o Metacritic, o primeiro Watch Dogs recebe a nota de 80. Enquanto no mesmo site a versão mais nova do game ganha 82.

Aprovado pela crítica de maneira quase igual, o Watch Dogs 2 leva vantagem por ser melhor otimizado e ter uma história mais fluída. Esses são fatores que colocam o game à frente do primeiro, mesmo a distância entre os dois sendo bem pequena. Caso sua escolha seja o primeiro ou o segundo jogo, qualquer um é uma ótima pedida para ficar horas na frente do videogame, já que as histórias não tem qualquer ligação relevante.

– Fundador Epic Play, organizador de eventos relacionados a games, criador e editor de conteúdo, programador, designer e "desbravador" em publicidade.

Deixe sua Opinião

Esqueci a Senha

Registre-se na Epic. É rápido!