Watch Dogs

Games PC PS3 PS4 Wii U Xbox 360 Xbox One
Seguir

Watch Dogs 2 ganha seu primeiro trailer e será ambientado em São Francisco

Watch Dogs 2 ganha seu primeiro trailer e será ambientado em São Francisco

A Ubisoft revelou hoje, durante uma transmissão ao vivo, o trailer de Watch Dogs 2. O título se passará em São Francisco, nos Estados Unidos, e assim como o primeiro, a cidade conta com o ctOS 2.0, “avançado sistema operacional central que integra toda a infraestrutura da cidade e que, em mãos erradas, pode ser usado para manipular e interferir na rotina dos cidadãos.”

O protagonista da vez é Marcus Holloway, um hacker que foi vítimas dos algorítimos do ctOS 2.0 e acusado de um crime que não cometeu. Ele terá de usar toda sua inteligência para hackear o sistema que controla a infraestrutura da cidade até conseguir desligar o sistema de uma vez por todas. Halloway poderá controlar dispositivos móveis pessoais dos moradores, drones, carros, acessar câmeras de segurança, guindaste, entre outras coisas.

Diferente do primeiro, desta vez também haverá corporações que estão construindo perfis dos cidadãos para serem rastreados, e em oposição a isso haverá outros hackers, denunciantes e ativistas para combater essas corporações. Para complicar ainda mais, Halloway faz parte de um grupo chamado DedSec, sendo que este conta com o apoio dele em suas ações.

“Nosso time de desenvolvimento está trabalhando duro para entregar a melhor experiência possível em Watch Dogs 2. Estamos muito animados para oferecer uma história cativante, com personagens envolventes, muitas opções de hackeamento, maior variedade de armas e um inédito multiplayer que agradará tanto os fãs de Watch Dogs quanto os novos jogadores”, comentou Dominic Guay, produtor sênior da Ubisoft Montreal.

Bem sucedido, mas um pouco decepcionante

O primeiro Watch Dogs ganhou diversos prêmios e foi o lançamento mais bem sucedido comercialmente da Ubisoft em seu primeiro dia, além de alcançar 9 milhões de cópias até o final do ano de 2014. O consenso entre os críticos é de que o jogo era bom em todos os pontos, sendo mais um ótimo jogo de mundo aberto para o universo dos games.

Mesmo assim o jogo foi alvo de críticas quanto ao lançamento, já que o trailer mostrado na E3 de 2012 mostrava um visual visivelmente mais sofisticado, levando aos jogadores a se decepcionarem com o “downgrade” de qualidade. A justificativa dada pela empresa é de que o primeiro trailer estava rodando em um PC, e nem o Xbox One e o Playstation 4 poderiam aguentar aquela potência gráfica.

A polêmica foi grande o suficiente para que o próprio CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, se pronunciasse sobre o assunto: Com a E3 2015 nós dissemos, ok, vamos nos certificar de que os games são jogáveis, que rodarão nas máquinas a que se destinam. Quando mostramos algo, pedimos à equipe: certifiquem-se de que serão jogáveis, certifiquem-se de que os jogadores poderão ver exatamente o que eles serão. Isso é o que aprendemos com a experiência do Watch Dogs — se o jogo não poderá ser aproveitado na máquina a que se destina, será um risco.

Esqueci a Senha